Data do evento
21/11/2024

Local do evento:
Instituto Politécnico de Santarém

Sobre o
Workshop

O Workshop sobre Tecnologia de Aplicação de Fitofarmacêuticos surge da necessidade de reduzir a utilização e o risco dos produtos utilizados para proteção das culturas sem perder a eficiência de controle e a produtividade.

A Tecnologia de Aplicação é uma importante aliada nesse contexto, pois visa realizar a correta colocação do fitofarmacêuticos no alvo, na quantidade necessária, quando e se for necessário, de forma económica e com o mínimo de contaminação.

Nesta primeira edição serão abordados os principais desafios para redução de utilização e do risco dos fitofarmacêuticos, visando manter a eficiência de controle, com sustentabilidade e competitividade dos cultivos.

Estas necessidades têm desencadeado importantes mudanças na forma de ver e viver a Agricultura.

Temas

Situação europeia sobre o uso e risco de fitofarmacêuticos: foco na Tecnologia de Aplicação

Estratégia brasileira para redução do uso e do risco dos fitofarmacêuticos –Ministério da Agricultura do Brasil

Panorama dos países da CPLP sobre os desafios fitossanitários e as boas práticas agrícola

Uso da eletrônica como estratégia de monitoramento associado à Tecnologia de Aplicação

Estado da arte da Tecnologia de Aplicação na região central de Portugal

Os adjuvantes e a Tecnologia de Aplicação: do preparo da calda ao alvo

Avanços da Tecnologia de Aplicação em Portugal

Aplicações com drones podem reduzir o uso e o risco das aplicações?

Cotas/Patrocinadores

Seja um parceiro do evento e divulgue sua empresa

750 €

  • Menção ao parceiro pelo Mestre de Cerimônias na abertura e encerramento;
  • Inserção de seu logotipo no material de divulgação, no site do Workshop;
  • Inserção de (máx. 02) folhetos do portfólio do parceiro nas pastas dos participantes;
  • Duas (02) inscrições de funcionários ou para clientes, a critério do parceiro;
  • Direito a 10% de desconto em inscrições adicionais;

850 €

  • Menção ao parceiro pelo Mestre de Cerimônias na abertura e encerramento;
  • Inserção de seu logotipo no material de divulgação e no site do Workshop;
  • Direito a 01 banner em minicurso (Tam. Máx. 1,5 x 1,0 m);
  • Inserção de (máx. 04) folhetos do portfólio do parceiro nas pastas dos participantes;
  • Três (03) inscrições de funcionários ou para clientes, a critério do parceiro;
  • Direito a 15% de desconto em inscrições adicionais;

950 €

  • Menção ao parceiro pelo Mestre de Cerimônias na abertura e encerramento;
  • Inserção de seu logotipo no material de divulgação e no site do Workshop;
  • Inserção de 01 banner na Plenária (Tam. Máx. 1,5 x 1,0 m);
  • Inserção de brindes/folhetos do portfólio do parceiro nas pastas dos participantes;
  • Quatro (04) inscrições de funcionários ou para clientes, a critério do parceiro;
  • Desconto de 20% de desconto em inscrições adicionais;

Programação

21/11/2024

09:00

Registro

09:30

Boas-vindas e introdução

09:35

Situação europeia sobre o uso e risco de fitofarmacêuticos: foco na Tecnologia de Aplicação.
Emilio Gil-Moya, UPC - Espanha

10:10

Situação portuguesa sobre o uso e risco de fitofarmacêuticos: ações e perspectivas.
Ana Paula de A. C. Garcia, DGAV – Portugal

10:45

Estratégia brasileira para redução do uso e do risco dos fitofarmacêuticos.
Luís Eduardo P. Rangel, MAPA - Brasil

11:20

Café

11:50

Panorama dos países da CPLP sobre os desafios fitossanitários e as boas práticas agrícolas.
António M. M. Mexia, ISA/UL - Portugal

12:25

Sessão de Perguntas e Debates

13:00

Almoço

14:30

Pegada ecológica e sustentabilidade aplicada à agricultura portuguêsa: Projeto 4.0.
Prof. Artur Figueiredo Costa Saraiva,ESA IPSantarém-Portugal

15:00

Avanços Tecnológico da Tecnologia de Aplicação no Ribatejo.
Prof. António Palminha,ESA IPSantarém-Portugal

15:30

Superando os desafios com a Tecnologia de Aplicação.
Marcelo C.Ferreira, UNESP - Brasil

16:00

Uso da eletrônica como estratégia de monitoramento associado à Tecnologia de Aplicação.
Mário M. M. F. C. Cunha, INESC TEC - Portugal

16:30

É possível usar drones em aplicações com uso risco reduzido?
Ricardo Braga, ISA/UL- Portugal

17:00

Sessão de Perguntas e Debates

17:30

Lançamento do livro e coquetel

18:30

Encerramento

Palestrantes

Ana Paula de Almeida Cruz Garcia

Palestrante

Licenciada em Engenheira Agronómica pelo Instituto Superior de Agronomia. Subdiretora Geral de Alimentação e Veterinária, desde maio de 2014. É Membro e Ponto focal no âmbito da OCDE Agricultura/Esquemas de Certificação Varietal, da União Internacional para a Proteção de novas Variedades Vegetais (UPOV), da Associação Internacional de Ensaio de Sementes (ISTA), da Convenção Internacional da Proteção das Plantas (IPPC) e da Organização Europeia e Mediterrânica da Proteção das Plantas (OEPP). É membro do Conselho de Administração do Instituto Comunitário de Variedades Vegetais (ICVV) e Chefe do Serviço Fitossanitário nacional (COPHS).

Palestrante: Ana Paula de A. C. Garcia
Tema: Situação portuguesa sobre o uso e risco de fitofarmacêuticos: ações e perspectivas.

António Mexia

Palestrante

Universidade de Lisboa | UL - Faculdade de Agronomia (Instituto Superior de Agronomia)
Agregado em Proteção de Culturas; Doutorado em Biologia Aplicada; DIC em Manejo de Pragas; Mestrado em Proteção de Culturas; Engenheiro Agrônomo.

Palestrante: António Mexia
Tema: Panorama dos países da CPLP sobre os desafios fitossanitários e as boas práticas agrícola

Artur Figueiredo Costa Saraiva

Palestrante

Artur Figueiredo Costa Saraiva. Concluiu o seu Mestrado em Engenharia do Ambiente em 2012 e a Licenciatura em Engenharia do Ambiente em 2010 pela Universidade de Lisboa. Frequenta o Doutoramento em Engenharia do Ambiente do Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa desde 2019. Tem colaborado, enquanto Professor Assistente Convidado na Escola Superior Agrária do IPSantarém e como orador convidado em UCs do Instituto Superior de Agronomia e da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Lisboa. É membro efetivo da Ordem dos Engenheiros, publicou 17 artigos em revistas especializadas, organizou 11 eventos e recebeu 7 prémios/distinções. Participou como Bolseiro de Investigação em 5 projetos de investigação financiados e em 8 como investigador. Atua na área de Ciências da Engenharia e Tecnologias com ênfase em Engenharia do Ambiente.

Palestrante: Artur Figueiredo Costa Saraiva
Tema: Pegada ecológica e sustentabilidade aplicada à agricultura portuguêsa: Projeto 4.0.

Emilio Gil Moya

Palestrante

Emilio Gil Moya é professor de Engenharia Agroalimentar e Biotecnologia na Universitat Politècnica de Catalunya e lidera a Unidade de Mecanização Agrícola. Ele também ensina na Universidade de Turim no programa dedoutorado é coordenador do projeto INNOSETA do Horizon 2020. Gil atuou como consultor para várias instituições e o Ministério da Agricultura, e é membro da Royal European Academy of Doctors. Autor de mais de 50 artigos científicos e vários livros, ele foi professor na Cornell University e recebeu diversos prêmios. Além disso, foi diretor do escritório do Governo de Aragão em Bruxelas e presidente da AESAVE.

Palestrante: Emilio Gil Moya
Tema: Situação europeia sobre o uso e risco de fitofármacos: foco na Tecnologia de Aplicação.

Luís Eduardo Pacifici Rangel

Palestrante

Possui graduação em Agronomia pela Universidade de Brasília (1999) e mestrado em Ciências Agrárias pela Universidade de Brasília (2002). Atualmente é fiscal federal agropecuário do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Coordenador-Geral de Agrotóxicos e Afins. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Proteção de Plantas, atuando principalmente nos seguintes temas: sistema de produção, controle químico, genótipos, reguladores de crescimento e proteção de plantas.

Palestrante: Luís Eduardo Pacifici Rangel
Tema: Estratégia brasileira para redução do uso e do risco dos fitofármacos

Marcelo da Costa Ferreira

Palestrante

Professor Visitante Sênior na Univ. Lisboa - Instit. Superior de Agronomia (ISA-UL, 2021 - CAPES/PRINT, Proc. - 88887.571103/2020-00). Professor Titular (2018) e Livre Docente (2010) pela UNESP de Jaboticabal/SP. Estágio pós-doutoral no Silsoe Spray Application Unit no Reino Unido (2007-08; 2010-11). Eng. Agrônomo (1996), Mestre (2000) e Doutor (2003) pela UNESP de Jaboticabal. Coordenou o Curso de Agronomia da UNESP de Jaboticabal (2013-15). Membro do Conselho Universitário da UNESP - Reitoria (2014-15). Coordenador do Núcleo de Estudos e Desenvolvimento da Tecnologia de Aplicação - NEDTA - UNESP. Responsável pela Área de Tecnologia de Aplicação, nas disciplinas de graduação e de pós-graduação. Foi Chefe do Depto.e Fitossanidade da UNESP de Jaboticabal (2009-11); Foi Secretário Geral da Associação Brasileira de Engenharia Agrícola - SBEA (2009-11); é membro da Association of Applied Biologists, do Reino Unido (desde 2008); Palestrante em diversos eventos científicos nacionais e internacionais; Coordenou o Programa de Trabalhos de Conclusão de Curso Agronomia da UNESP de Jaboticabal (2009-11); orienta estudantes de graduação e pós-graduação; Idealizador de eventos como Congresso Brasileiro de Fitossanidade (CONBRAF) e Workshop sobre uso de Adjuvantes em Caldas Fitossanitárias. Assessor da FAPESP e de periódicos científicos. Atua em Tecnologia de Aplicação de Produtos Fitossanitários, da histórica e legislação até os aspectos técnicos de pesquisa, desenvolvimento e utilização propriamente dita.

Palestrante: Marcelo da Costa Ferreira
Tema: Superando os desafios com a Tecnologia de Aplicação

Mário Manuel de Miranda Furtado Campos Cunha

Palestrante

Mario Cunha (MC) é licenciado, mestre e doutor em Ciências Agrárias e atualmente é Professor Associado da Universidade do Porto (FCUP) e pesquisador sênior do INESC-TEC. Colabora com o Centro de Investigação em Ciências Geoespaciais (CICGE) e foi pesquisador visitante no Alterra - Wageningen UR, Holanda, e no Centre for Agri-Environmental Research, Universidade de Reading, Reino Unido. Sua pesquisa se concentra em fenotipagem digital de culturas, agricultura de precisão, sensoriamento remoto, modelagem de culturas, previsão de rendimento de culturas e máquinas agrícolas. Ele representa o INESC-TEC na Infraestrutura Europeia de Pesquisa de Fenotipagem de Plantas (EPP-RI).

MC recebeu o Prêmio Syngenta de Inovação em Agricultura e o Prêmio Nacional de Empreendedorismo e Inovação. Ele é autor de mais de 170 publicações científicas, incluindo 120 artigos em periódicos Q1, e tem um índice h de 30. Liderou 18 projetos de pesquisa e participou de 28 outros, incluindo o projeto DEMETER, financiado pela UE. Ele detém a propriedade intelectual de várias inovações, incluindo o Spray_image App® e o sistema SpecTOM.

MC tem programas de transferência de tecnologia de longa data com instituições internacionais e portuguesas e avaliou vários projetos de P&D e programas de bolsas de estudo. Ele faz parte do conselho editorial de duas revistas e revisou mais de 100 artigos. Academicamente, supervisionou 5 pesquisadores de pós-doutorado, 17 alunos de doutorado e 42 alunos de mestrado e é codiretor do mestrado em Agronomia e diretor do programa de doutorado em Ciências Agrárias da FCUP.

Palestrante: Mário M. de M. F. C. Cunha
Tema: Uso da eletrônica como estratégia de monitoramento associado à Tecnologia de Aplicação

Ricardo Braga

Palestrante

Ricardo Braga é professor do Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa. Ele trabalha com agricultura de precisão; otimização espacial de insumos agrícolas (fertilização, irrigação, lavoura e densidade de sementes); identificação e mitigação de lacunas de rendimento espacial em nível de campo; integração espacial de dados de solo/ECa, monitores de rendimento, drones, satélite, terreno.

Palestrante: Ricardo Braga
Tema: É possível usar drones em aplicações com uso risco reduzido?

Patrocinadores

OURO

BRONZE

Apoio

Santarém
e seus encantos

A cidade de Santarém é capital do distrito de Santarém, situada na antiga província do Ribatejo e na região estatística do Alentejo, com 30 mil habitantes no seu perímetro urbano (2021).

O município é limitado a norte pelos municípios de Porto de Mós, Alcanena e Torres Novas, a leste pela Golegã e pela Chamusca, a sueste por Alpiarça e Almeirim, a sul pelo Cartaxo, a sudoeste pela Azambuja e a oeste por Rio Maior, na região do Alentejo.

A cidade é muito antiga, contatada por Fenícios, Gregos e Cartagineses. A sua fundação reporta à mitologia greco-romana e cristã, reconhecendo-se nos nomes de Habis e de Irene, as suas origens míticas. Os primeiros vestígios documentados da ocupação humana remontam ao século VIII a.C.

Chamada de “Capital do Gótico”, a cidade é um vislumbre de todo o património arquitetônico, citada por Almeida Garrett, no seu romance “Viagens na Minha Terra”, quanto aos ilustres edifícios da cidade.

Um lugar com muita história e que vale a pena conhecer!

Faça sua
Inscrição

Estudantes

Data Valor
Até 30/setembro 40€
Até 10/novembro 50€

Profissionais

Data Valor
Até 30/setembro 85€
Até 10/novembro 95€

Sócios da APH e COTHN 5€ de desconto.

Informações:
(+351) 936 924 694
workshop.tecaplic@nedta.com.br

Organização

Data do evento
21/11/2024

Local do evento:
Instituto Politécnico de Santarém

Contato

(+351) 936 924 694
workshop.tecaplic@nedta.com.br

Desenvolvimento: